Desportos de Montanha

Vem fazer trekking, montanhismo ou alpinismo nestas montanhas:

No calendário estão todas as actividades programadas. Sabe mais sobre as actividades de montanhismo e de crianças e jovens.

Escalada, Vias Ferratas e Cursos Técnicos

Vem escalar nas melhores falésias de Portugal:

No calendário estão todas as actividades programadas. Sabe mais sobre os cursos e actividades de escalada e de crianças e jovens. Temos também formações para monitores aventura e cursos de fotografia.

Desportos de Neve e Trekking Urbano

Vem descobrir o mundo do Ski e Snowboard em pista ou em neve virgem na Montanha:

Trekking Urbano:

You are here

Trekking com Bebés

Já somos especialistas nesta matéria e temos várias formas de carregar bebés nas nossas caminhadas. Só porque tem um bebé ou criança pequena que ainda não consegue percorrer sozinha grandes distâncias não quer dizer que tenha que passear apenas de carro ou onde chega o carrinho, nem que tem que fazer férias só em resorts. As crianças adoram passear, conhecer sítios novos e conviver com a natureza, por isso estamos disponíveis para o ajudar a levar o seu bebé nas nossas caminhadas de dificuldade fácil ou média. Caso deseje uma experiência mais profunda em montanha, que inclua uma caminhada maior e até uma pernoita na natureza, contacte-nos e teremos todo o gosto em preparar uma actividade específica para a sua família.

 

Sempre fizemos montanha e sempre gostámos de conhecer novos locais onde apenas se chega a pé, sejam eles no meio da natureza ou da cidade. Por isso foi óbvio há 3 anos atrás quando tívemos a nossa primeira filha que, pelo bem da nossa sanidade mental, não íamos deixar de praticar desportos de montanha nem deixar de passear.

O resultado é que neste momento (2013) temos uma princesa de 3 anos e outra com 1 ano, e os dois juntos não fazemos cumes (os bebés não se dão bem com altitudes acima dos 2500m), autonomias em montanha (levar a tralha toda para dormir e comer na montanha vários dias e levá-las a elas é complicado) nem grandes trekkings invernais (com o frio apenas fazemos trekkings à tarde e com bom tempo), mas continuamos a conhecer novas montanhas e novos locais, as nossas princesas adoram acampar no meio da natureza (perto do carro), a mais velha adora ir à "Montanha" e a mais pequena exclamou com felicidade "neve!" com 12 meses numa visita depois de um grande nevão na Serra da Estrela.

 

Vamos então começar pelos bebés com menos de 1 ano.

Bé 1 mês Serra Estrela  Flor 4 meses Serra Estrela
Bé com 5 semanas no marsúpio                                                      Flor com 5 meses no Ergo

Os bebés estão habituados ao movimento e a serem carregados, já que passam 9 meses dentro da barriga da mãe. Por isso quando são muito pequenos adoram colo e ser embalados, o que significa que passam o dia inteiro a serem carregados pela montanha sem se chatear e a dormir a maior parte do tempo ;) Quando já começam a sentar-se, gatinhar, e querer andar, já é preciso planear os dias de forma a terem tempo (e espaços) para se exercitarem.

A grande questão de levar bebés à montanha é que é preciso carregá-los e carregar muita tralha - fraldas e afins, é preciso muita roupa (não podem ter exposição solar e tem que se ter uma muda de roupa, não podem ficar com roupa suja a várias horas de caminhada do carro), quando já comem é preciso levar comida especial para eles que normalmente não é muito leve (não vão comer sandes nem comida processada de montanha, e é preciso manter a comida deles bem refrigerada para não se estragar), e é precisa muita água de confiança (se forem amamentados, o que é o ideal para estas aventuras, a mãe vai precisar de mais água, se beberem biberão é preciso água boa e o fogão de montanha para a aquecer).

Até cerca dos 6 meses têm que ser transportados à frente (não é recomendado que um bebé que ainda não se senta sozinho seja levado às costas), seja num marsúpio (estilo Baby Bjorn, Chicco, etc), sling (pode ser estruturado ou um pano, o bebé fica numa posição fetal ou sentado), ou Ergo (o bebé vai sentado, com as pernas para o lado, na zona das ancas da mãe, também se consegue esta posição com um pano). Dependendo do tamanho do bebé, ir à frente pode dificultar a marcha porque não se vê bem o caminho. Uma nota de atenção em relação aos marsúpios, em que as pernas do bebé ficam penduradas para baixo, quando as pernas ficam grandes (o que com a nossa filha mais velha aconteceu aos 3 meses... Perna longa e percentil 90 de altura) torna-se complicado levá-los, principalmente quando é para subir.

 
Bé com 3 meses no sling                                                                                    Bé com 12 meses no Ergo

Quando começam a ficar maiores e mais pesados, começa a ser difícil levá-los à frente em grandes caminhadas porque não é natural levar lá tanto peso (em geral, a partir dos 8kg começa a ser complicado com um Ergo, com o marsúpio acontece mais cedo se não tiverem distribuição do peso das costas para as ancas), apesar de não ser uma questão tão relevante em pequenas caminhadas, mas de qualquer forma começa a não se ver bem o caminho e por isso é melhor irem às costas.

Para irem às costas podem ser transportados num Ergo Baby (ou similar) ou mochila (a partir dos 9 meses). Como às costas costuma ir a mochila com a tralha, convém que vá outra pessoa também com uma mochila carregada com tudo para os 3 (bebé, quem o leva e quem leva a mochila). As mochilas de transportar bebés costumam ter uma bolsa, e o Ergo Baby tem uma mochila que se pode acopolar e diversas bolsas, mas como já se leva o peso elevado do bebé não convém ir muito mais peso nestas mochilas também.

Flor 13 meses Serra da Estrela  Bé 13 meses Alpes
Flor com 13 meses na mochila                                                                          Bé com 12 meses no Ergo Baby

A regra de ouro quanto ao peso que se pode carregar é que carregamos bem até 10% do nosso peso (sem problemas de costas claro) e conseguimos carregar até 25% do nosso peso (em boa forma física). Se um bebé (ou outro peso) for carregado regularmente às costas, conseguimos carregar bem os 25%, mas mais que isso torna-se penoso (e normalmente só dá para fazer pequenas distâncias). É importante levar bastões de caminhada de forma a ajudar na marcha, minimizar o impacto nas articulações a descer, dar impulso a subir e ajudar a manter o equilíbrio a passar obstáculos.

 

Cuidados a ter:

Altitude - um bebé com menos de 1 ano não deve ir a locais com mais 2500m de altitude. Claro que há bebés que nascem e vivem em locais com mais altitude, mas esses povos já estão adaptados à altitude e os bebes sempre viveram lá, o que não acontece com um bebé que viva ao nível do mar. Levámos a nossa bebé mais nova, que era um bebé resistente, bem disposto e que dorme em qualquer sítio ao lado da mãe, com 6 meses à Serra Nevada, e dormimos no abrigo de montanha (que tem camas) que está aos 2500m e ela passou a noite incomodada... Tivemos que voltar (no caminho de volta subimos aos 2800m e não estava incomodada a passear, mas com bebés não vale a pena arriscar);

Exposição solar - Os bebés pequenos não devem ser expostos ao sol, e em altitude a exposição é maior. Independemente da época do ano, devem levar um bom chapéu, mangas compridas e calças e ter um protector solar 50+ (e que tenha filtro mineral) aplicado regularmente. Atenção que a neve, rochas e areia refletem os raios do sol, o que aumenta a exposição e faz com que fiquem expostos mesmo debaixo de um chapéu ou outra pequena sombra. Convém ter alguma coisa para mudar as fraldas à sombra (quando as nossas bebés eram mais pequenas e mudavam muitas fraldas deitadas, levavamos um chapéu de chuva leve para evitar a exposição solar).

 
Sombras na Montanha!

Regulação térmica - Os bebés pequenos têm má regulação térmica. Tem que se ter muito cuidado com o frio (têm que ter boa roupa, um bom barrete, casaco com capuz, botas quentes, luvas, não convém que esteja mau tempo, principalmente vento), e um bebé quente demais pode não se queixar (se for muito pequeno até dorme mais). Tem que se verificar o bebé e os seus pés, mãos e nariz regularmente, e um bebé vermelho é mau sinal (seja de frio ou calor). Como têm que andar sempre de mangas compridas e calças tem que se arranjar roupa desta fresca para os passeios de verão.

  Flor 14 meses Arrábida
Boa roupa quente, botas e barrete no inverno                                          Chapéu, sandálias com meias e roupas compridas frescas no verão

 

 

Bebés e crianças pequenas com mais de 1 ano.

Bé 13 meses Alpes  Bé 3 anos Castillo Penafiel
Bé com 12 meses no Ergo                                                                                                                   Bé com 3 anos no Ergo

As crianças pequenas adoram conhecer novos locais e explorar a natureza, por isso adoram ser levados às costas em aventuras. Mas como têm ciclos já bem vincados (como e durmo a esta hora, preciso de correr e brincar durante algum tempo ao longo do dia) é preciso planear os dias de forma a não ficarem rabugentos por estarem com fome ou sono, e para terem tempo (e espaços) para se exercitarem e explorarem sozinhos.

Quanto maior a criança, mais se coloca a questão de que para levar bebés à montanha é preciso carregá-los e carregar muita tralha - fraldas e afins para os que ainda usam; muita roupa (não podem ter exposição solar e tem que se ter uma muda de roupa, não podem ficar com roupa suja/molhada a várias horas de caminhada do carro); dependendo da idade, personalidade e dieta habitual, é preciso levar comida especial para eles que normalmente não é muito leve; e é precisa muita água de confiança (têm o sistema digestivo frágil). Para irem às costas podem ser transportados num Ergo Baby (ou similar, o ideal pela leveza e facilidade de transporte quando a criança não vai lá) ou mochila (esta com o problema que a própria estrutura pesa sempre muito, o que dificulta em crianças maiores porque elas próprias já são pesadas). Como às costas costuma ir a mochila com a tralha, convém que vá outra pessoa também com uma mochila carregada com tudo para os 3 (criança, quem o leva e quem leva a mochila). As mochilas de transportar bebés costumam ter uma bolsa, e o Ergo Baby tem uma mochila que se pode acopolar e diversas bolsas, mas como já se leva o peso elevado do bebé não convém ir muito mais peso nestas mochilas também.

  Flor 13 meses Serra da Estrela
Bé com 2,5 anos na mochila                                                                        Flor com 13 meses no Ergo

A regra de ouro quanto ao peso que se pode carregar é que carregamos bem até 10% do nosso peso (sem problemas de costas claro) e conseguimos carregar até 25% do nosso peso (em boa forma física). Se um bebé (ou outro peso) for carregado regularmente às costas, conseguimos carregar bem os 25%, mas mais que isso torna-se penoso (e normalmente só dá para fazer pequenas distâncias). É importante levar bastões de caminhada de forma a ajudar na marcha, minimizar o impacto nas articulações a descer, dar impulso a subir e ajudar a manter o equilíbrio a passar obstáculos.

Os bebés e crianças que já andam vão querer ir uma parte do percurso a pé e explorar as redondezas. Tem que andar devagar para os acompanhar e dar-lhes tempo para verem todas as coisas interessantes que há (mesmo que achemos que não o são, como as milhares de pedrinhas do caminho!). Tem que se planear caminhadas pequenas e com tempo para pausas, até porque as refeições (lanches incluídos) demoram sempre muito tempo.

Bé 2,5 anos Flor 6 meses Serra Nevada  Serra Nevada
Bé com 2,5 anos a caminhar na Serra Nevada                                                 Vacas!

 

Cuidados a ter:

Altitude - um bebé com mais de um ano e até aos 3 anos não deve ir a locais com mais 3500m de altitude. Claro que há bebés que nascem e vivem em locais com mais altitude, mas esses povos já estão adaptados à altitude e os bebes sempre viveram lá, o que não acontece com um bebé que viva ao nível do mar.

Exposição solar - As crianças pequenas não devem ser expostas ao sol, e em altitude a exposição é maior. Independemente da época do ano, devem levar um bom chapéu, mangas compridas e calças e ter um protector solar 50+ (e que tenha filtro mineral) aplicado regularmente. Atenção que a neve, rochas e areia refletem os raios do sol, o que aumenta a exposição e faz com que fiquem expostos mesmo debaixo de um chapéu ou outra pequena sombra.

Regulação térmica - Os bebés com mais de um ano já têm melhor regulação térmica, mas tem que se ter cuidado à mesma, principalmente com o frio, porque podem não se queixar e estarem gelados (principalmente as extremidades) - têm que ter boa roupa, um bom barrete, casaco com capuz, botas quentes, luvas, não convém que esteja mau tempo, principalmente vento. Como têm que andar sempre de mangas compridas e calças tem que se arranjar roupa desta fresca para os passeios de verão.

Bé 2,5 anos Flor 11 meses Serra Estrela  Bé 2,5 anos Serra Estrela
Os trenós são excelentes para passear na neve, mas atenção ao frio     Sesta quentinha às costas do papá

 

Tem alguma dúvida? Quer fazer uma caminhada com o seu bebé? Quer passar uma noite com a sua família no coração da Serra da Estrela ou até na Serra de Gredos ou Serra Nevada? Contacte-nos!

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer